Blog

Cistite em gatos: inflamação da bexiga

cistite em gatos

Quem tem gato sabe como eles são bem diferentes dos cães! Em relação as doenças que acometem os bichanos isso também prevalece!

A cistite (inflamação da bexiga, mais conhecida como infecção urinária) nos gatos, diferente dos cães, raramente é causada por bactérias. 

 

 

 

Diversos fatores podem predispor os gatos à esta doença como o tipo de alimentação (ração seca), baixa ingestão de água, obesidade e estresse.

Existem vários problemas que podem levar à cistite nesta espécie, como a presença de cálculos/cristais, tumores ou anomalias na bexiga, tampões (compostos por diferentes materiais orgânicos, como células e sangue) e há, ainda, a forma idiopática (não tem causa estabelecida e é a mais comum).

O desenvolvimento da cistite ocorre normalmente nos gatos entre 2 e 6 anos de idade e estes podem apresentar diferentes sinais que variam desde:

  • Urinar fora da caixa de areia,
  • Urinar várias vezes ao dia em pequenas quantidades (normalmente o animal fica algum tempo tentando urinar até conseguir),
  • dor ao urinar,
  • lambedura excessiva da genitália,
  • presença de sangue na urina e
  • obstrução da uretra (o animal não consegue eliminar a urina).

A obstrução é mais comum nos gatos machos do que nas fêmeas, isso porque os machos tem o diâmetro da uretra (canal por onde a urina é eliminada) muito pequeno e pode levar à morte se não for tratada o mais rápido possível.

O fato de não conseguir eliminar a urina acarreta no acúmulo de diversas toxinas no organismo, que podem causar alterações no coração, nos rins, na respiração e no sitema nervoso central, levando o animal à morte.

É muito comum o dono achar que seu gato não está conseguindo defecar, quando, na verdade, ele está com dificuldade para urinar.

 

Como evitar cistite em gatos Como tratar cistite em gatos

A maioria das causas da cistite pode ser eliminada com o uso de rações de boa qualidade, com o aumento da ingestão de água, enriquecimento ambiental e controlando o peso do seu gato. Os animais obesos acabam ficando mais preguiçosos e, além de beber menos água, urinam poucas vezes ao dia, contribuindo para a retenção da urina e piorando a inflamação da bexiga.

Utilizar brinquedos que estimulem a movimentação do seu gato podem ajudar a reduzir a obesidade ou mesmo evitá-la. O uso de vasilhas rasas e largas, de fontes de água e principalmente de rações úmidas (saches) ajudam a aumentar a ingestão de água, pois os felinos domésticos normalmente preferem água corrente e evitam ao máximo tigelas nas quais seus bigodes encostem nas bordas.

Se você tem mais de um gato no mesmo ambiente, o ideal é disponibilizar uma tigela ou fonte de água para cada gato, bem como uma caixa de areia para cada um. Sempre mantenha as tigelas e as caixas de areia limpas para estimular o uso destas pelo animal.

Mesmo assim a cistite nos felinos pode ocorrer já que não podemos controlar, por exemplo, o aparecimento de tumores na bexiga e o estresse a que estes podem ser submetidos. Nem sempre aquilo que é estressante para os gatos é percebido por nós, o que dificulta controlar essas situações.

Trazer um novo animal para dentro de casa, viagens, visitas ao veterinário, a proximidade da vasilha de comida e da caixa de areia ou a higiene dessa podem ser situações estressantes para eles.

Uma vez que seu gato apresente um dos sinais citados no texto ou alterações no comportamento, procure o médico veterinário de sua confiança o quanto antes, para pesquisar as possíveis causas da cistite e tratá-las corretamente.

Não dê medicações por conta própria para não correr o risco de piorar a situação. Se perceber que seu gato não está conseguindo eliminar a urina, procure um veterinário imediatamente. Lembre-se de que, quanto mais tempo ele ficar sem urinar, menor é a chance de sobrevivência e piores serão as sequelas.

Mantenha seu gato ativo, com água disponível de maneira que estimule a ingestão dessa por ele e sempre observe a caixa de areia!

Atenção
Cistite em gatos

Não faça regime no seu gato por conta própria. Este tem que ser estabelecido por um veterinário e a perda de peso tem que ser acompanhada periodicamente. O regime feito de forma errada nesta espécie pode acarretar em alterações no fígado e trazer riscos sérios à saude do seu animal.

 

Em caso de dúvidas, entre em contato conosco pois o Oswaldo Cruz Centro Veterinário possui profissionais capacitados para atendimento e tratamento deste problema.

 

 

Oswaldo Cruz - Centro Veterinário
(12) 3922-3051
Rua República do Líbano, 520 Jd. Oswaldo Cruz - São José dos Campos - SP

Leia Mais...

  • Fique atento aos sinais de câncer em cães...
    Devido a maior sobrevida dos animais e a uma maior possibilidade diagnóstica por parte da medicina veterinária, tornou-se cada vez mais frequente o atendimento de animais com câncer. Infelizmente, a...

    Leia mais

    Intoxicação de cães e gatos com o uso...
    O Diclofenaco, também conhecido com os nomes comerciais de Cataflan® e Voltaren®, é um anti-inflamatório adquirido em farmácias sem a necessidade de prescrição médica. Por ser utilizado no controle da dor...

    Leia mais

    Cistite em gatos: inflamação da bexiga
    Quem tem gato sabe como eles são bem diferentes dos cães! Em relação as doenças que acometem os bichanos isso também prevalece! A cistite (inflamação da bexiga, mais conhecida como infecção...

    Leia mais

    Cinomose Canina
    A cinomose é uma grave doença viral, altamente contagiosa e, na maioria dos casos, fatal. A transmissão se dá principalmente por contato direto entre os animais contaminados, pois o vírus...

    Leia mais

    Guia de Raças: Pug
      Há cerca de 2.400 anos, no extremo oriente (China), os Pugs foram selecionados a partir de ancestrais da raça Mastiff para serem cães de pequeno porte. No século XVI foram levados...

    Leia mais

Mais Lidos

Contato

(12) 3922-3051

Rua República do Líbano, 520
Jd. Oswaldo Cruz -  São José dos Campos - SP
contato@oswaldocruzveterinaria.com.br

Neste momento a clínica está .

Equipe Médica

Bruno Schiefer
  Médico-veterinário graduado em 2010 pela Faculdade de Medicina Veterinária e...
Marina Nassif Arena
Médica-veterinária graduada em 2009 pela Faculdade de Medicina Veterinária e...
Poliana Claus
Medicina-veterinária graduada em 2006 pela Pontifícia Universidade Católica de Minas...
Mariana Tebaldi
Médica-veterinária graduada em 2011 pela Faculdade de Medicina Veterinária da...

Contato

(12) 3922-3051

Rua República do Líbano, 520
Jardim Oswaldo Cruz
São José dos Campos - SP
Próximo ao Center Vale Shopping
contato@oswaldocruzveterinaria.com.br

Localização